segunda-feira, 29 novembro, 2021
Mais

    Astrologia, o autoconhecimento e o vento das mudanças

    InícioVozes do ValeAstrologia, o autoconhecimento e o vento das mudanças

    Astrologia, o autoconhecimento e o vento das mudanças

    Nesta semana fui convidado para fazer uma live sobre a Astrologia e o autoconhecimento, e esse tema quero estender aqui para o Portal Vale do Capão. Fazendo uma quase uma provocação ao tema referido da live. Os escritos astrológicos com seus signos, planetas e temas não são um livro de auto-ajuda que vai te mostrar tudo que você tem a fazer, ou o que não tem. Enquanto astrólogo posso observar através desse conhecimento as tendências na vida, as qualidades individuais, os desafios ao longo do tempo, a forma de agir perante a vida e como se relaciona com o karma e missão. Entretanto cabe a cada um de nós decidir o que fazer diante dos fatos e acontecimentos da vida. É bom também atentar para que não existe uma predestinação dos signos e planetas. E não esquecer de que não existe adivinhação.

    Mesmo não sendo um livro de autoajuda, a Astrologia é uma instrumentos para o
    autoconhecimento. Podemos perceber nosso propósitos, nosso potencial e nossa fraqueza. Entender de onde elas surgem, compreender nossas raízes familiares, os temas, as fases e a que finalidade e proposito, nossos desafios são trabalhados. O poder da compreensão de nossas questões, de nossas qualidade e defeitos, não estão conectadas com uma formula mágica a ser aplicada. Cada um toma sua decisão e vai construindo ou se emaranhando a sua teia do karma.

    A Astrologia também pode nos fazer compreender o tempo que vivemos e com essa observação entender mundo e os mistérios. Um exemplo claro disso é o inicio da pandemia, que começou no inicio de 2020 com uma conjunção rara de três planetas, Plutão, Saturno e Júpiter.

    Plutão traz o vento forte das mudanças, intensifica as mortes, privilegias as rupturas e revela as mais profundas sombras do planeta e do pensamento humano, de todos nós. Indica uma necessidade de expor o mal, para expurgar e depois purificar.

    Saturno, o Senhor do Tempo, do karma, mostra a real, a verdade crua, dura e sugere olharmos para a responsabilidade com tudo que convivemos. Ele é o professor das lições mais difíceis. Exige extrema maturidade para o crescimento.

    Júpiter o grande benéfico, que nos traz a boa sorte, e expande tudo que toca, encurralado entre Plutão e Saturno no signo de Capricórnio tende a não conseguir se manifestar a nível da nossa percepção.

    E nesta estranha configuração se manifestou a sombra mais escondida em todos nós, apresentou-se a intolerância, e a ignorância sobrepujou a sabedoria, a barbárie se estabeleceu como senhor desses tempos imemoriáveis.

    Contudo hoje a configuração planetária é outra. Saturno trata de organizar a semente dos novos tempos e Júpiter sinaliza para a grande espiritualidade mas para a consciência universal. Nos permite e propicia as mudanças.

    A lua nova em 10 de junho, no signo de gêmeos favorece a iniciar uma nova consciência mental, que impulsionará reações do campo das ideias sinalizando para um inicio de novos ciclos, para um fortalecimento dos ideias, e para uma crescimento na reação a barbáries, a intolerância e a ameaça de ditadura no país. Um crescimento dos movimentos sociais e de oposição é apenas o
    começo como vimos nas manifestações do dia 29, apesar ainda da reação das falanges reacionárias e violentas que tentam impedir o Amanhã. O Amanhecer rompe a noite escura.
    Não passarão. Como canta Maria Betania na velha canção:

    “Purificaram o Subaé, mandaram os malditos embora”. Assim será.

    Jorge Seixas
    Jorge seixas pratica e vive a Astrologia Esotérica a mais de 25 anos, oriundo dos movimentos sociais e políticos. Vivencia a espiritualidade na linha de Mestre Irineu e Babaji. Morador do Vale do Capão há mais de 15 anos.
    - anúncio patrocinado -

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Seu comentário:
    Nome

    - anúncio patrocinado -
    - anúncio -

    Mais da Coluna

    Veja Também

    VALE DO ENCANTO: Conhecimento onde a Prática se torna saber

    Adentramos então, o vale de bosques em pequenas dimensões, Capão nos eons do tempo, na era de aquário, de visão clara e conectada à inteligência universal, e portanto, cheias de Inspirações e Confiança, vibrações próprias do vale da cura.

    O novo ciclo dos Sagitarianos

    No dia 22 entrou o sol em Sagitário, que pertence ao elemento fogo. Sagitário é o terceiro signo de fogo, conhecido como o incendiário, representa o fogo que se espalha e expande, e se não for controlado pode provocar uma tragédia.
    - anúncio -
    - anúncio -

    - em destaque -