domingo, 18 abril, 2021
22 C
Caeté-Açu
- publicidade - spot_img

Você sabia que as esponjas de lavar louças são recicláveis?

InícioVozes do ValeVocê sabia que as esponjas de lavar louças são recicláveis?

Você sabia que as esponjas de lavar louças são recicláveis?

Mais uma vez o Coletivo Capão utiliza este espaço maravilhoso para divulgar e incentivar a participação de vocês em uma Campanha das tantas que estão em andamento, como são diversas possibilidades para os nossos resíduos é bom lembrar de cada uma não é mesmo?

Dessa vez vamos falar sobre uma ação que já está vigente a algum tempo… Você sabia que as esponjas são recicláveis? São sim! E neste artigo vamos explicar um pouco para vocês como o Coletivo Capão recebe e para onde encaminha esses objetos que nós tanto utilizamos…

“Os fabricantes de esponjas dizem que elas duram 2 semanas, já os bacteriologistas dizem que nós devemos usar elas pela metade do tempo, os ambientalistas dizem que elas ficam uma eternidade na Natureza para se decompor e os consumidores conscientes usam mesmo a bucha vegetal.”

As esponjas são feitas de poliuretano, que é um tipo de plástico e o plástico, como sabemos, é derivado do petróleo. Já não é de hoje que temos a informação de que o petróleo é um recurso não renovável, ou seja o planeta tem determinado estoque, mas a exploração deste elemento sem a devida precaução e cuidado com os ciclos da Natureza não é nada saudável para a nossa sociedade e o ecossistema que ela habita. 

Em nossas casas utilizamos esponjas para lavar louças ou alguma superfície de cerâmica, mármore como bancadas, por exemplo. Então temos a impressão de que elas são limpinhas… Só que não! As esponjas podem conter até 200 germes e bactérias a mais que o assento sanitário! Sim! Mas como não podemos ver, nem pensamos muito nisso… Sendo assim, na pia das nossas casas elas já apresentam um risco de contaminação, imagina se elas são descartadas incorretamente e ficam nos lixões e aterros sanitários…

Então além de saber como descartar devemos estar atentos a como higienizar as mesmas, existem 3 formas:

➡ Opção 1: ferva água + 1 colher de vinagre e deixe a esponja nessa solução por 5 minutos ao final do dia;

➡ Opção 2: 1 litro de água + 2 colheres de sopa de água sanitária e deixe a esponja imersa por 10 minutos;

➡ Opção 3: Umedeça a esponja e embrulhe em papel toalha e coloque no microondas por 2 minutos;

E como dito acima, existe reciclagem para as esponjas, desde 2014. 👏

O Brasil é pioneiro nesse movimento!  Além das esponjas de lavar louças, as esponjas de maquiagem, colchões, enchimento de almofada, de travesseiro, solados de sapato, que são da mesma família, também. 

Para encaminhar sua esponja para a reciclagem após uma semana de uso, basta higienizá-la, como se fosse utilizar normalmente, secar ao sol e guardar para entregar no mutirão de Coleta do Coletivo Capão, que acontece toda última quinta-feira de cada mês no Coreto, das 8hs às 12hs.

Para fazer parte do mutirão pedimos que os moradores preencham um cadastro, assim podemos organizar melhor cada ação e podemos nos comunicar com essa grande família. 

Clique aqui e preencha seu cadastro! 🤝

E o que o Coletivo faz com estas esponjas? Armazenamos as mesmas para encaminharmos gratuitamente para o Terracycle após termos a quantidade de 500gr podemos imprimir um selo e enviar pelos Correios.  

Simples não é? Então junte as suas e traga no mutirão! Receberemos felizes e encaminharemos para a reciclagem, assim amenizaremos o impacto da produção e uso destes materiais. 

Mia uma coisa! Se você ainda não ouviu falar da esponja vegetal, pode ser uma excelente oportunidade de conhecer! Na feira do Capão encontramos estas maravilhas, que são eficientes e amigas do meio ambiente. Reciclar é bom, mas repensar é ainda melhor! 💚

Assista este vídeo que nós compartilhamos com os cadastrados do Coletivo no início da Campanha 😉

Escrito por Clarissa Caballero, participante do Coletivo Capão

Coletivo Capão
Coletivo Capão
O Coletivo Capão, é um grupo voluntário atento com as questões ambientais e, particularmente, com a crescente produção de lixo: resíduos sólidos, recicláveis e orgânicos. O principal foco do Coletivo é ajudar a despertar uma maior consciência do consumo, e responsabilidade em relação aos cuidados e descarte de resíduos sólidos, para isto busca promover ações criativas e adequadas à realidade local.
- anúncio -

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu comentário:
Nome

Mais da Coluna

- anúncio -

Veja Também

Habitar a palavra

Oficina para treinar a palavra falada e seu potencial para o desenvolvimento cotidiano e artístico (palhaços, declamadores, cantores, etc.) no Vale do Capão

#LeiAldirBlanc – Projeto valoriza tradições e promove inclusão digital de comunidade quilombola em Palmeiras

A preservação da memória e das tradições culturais, geração de renda, requalificação da produção culinária, fortalecimento do artesanato e a promoção da inclusão digital estão entre os benefícios alcançados pelo projeto de Desenvolvimento Territorial do Quilombo de Corcovado

Mais do Vale

- em destaque -