segunda-feira, 8 agosto, 2022

A Lua está Nova Enquanto as Florestas Queimam

InícioVozes do ValeA Lua está Nova Enquanto as Florestas Queimam

A Lua está Nova Enquanto as Florestas Queimam

A Lua Nova é um momento importante para definirmos metas e estratégias e colocarmos nosso foco naquilo que queremos construir.

A Lua Nova é um momento importante para definirmos metas e estratégias e colocarmos nosso foco naquilo que queremos construir. Neste início nos é dado a oportunidade de, a cada mês, focar as energias para realização dos nossos projetos e das metas a cumprir.

Em particular, neste mês de setembro, no dia 17, às 08h da manhã se estabelece este início do pequeno ciclo mensal. Se observarmos o signo de Virgem que hospeda o Sol e a Lua nesse momento, entre tantas outras coisas, estará indicando características importantes do processo de reintegração com o Todo.

O Sol, em Virgem, nesta Lua Nova, sugere um aprendizado sobre o serviço, a discriminação, as nossas exigências e também atentarmos para a saúde e as doenças. Nos é dado a oportunidade de analisar e organizar esse novo início. A conexão aqui é servir e não ser reconhecido. É um momento revolucionário muito bom para olharmos se estamos no serviço ou na servidão. Doar e servir desinteressada e altruisticamente como expressão da Energia Divina que nos mantem e nos nutre. E também para iniciar a transformação do lugar de servidão em que nos deixamos colocar enquanto povo, sem reação, sendo apenas servil .

A Lua em Virgem fala do serviço de agora e de como o fizemos no passado, diagnosticado pelo mapa natal individual. Essa Lua, nos campos emocional, analítico e autocrítico, quer manter o caos emocional à distância, conservando firmemente a ordem. Essa Lunação em Virgem carrega o arquétipo da Donzela do Milho e da Virgem, da fecundação e da fertilidade da Mãe Terra, Gaia que neste momento é tão atacada e ameaçada em seus ninhos e úteros.

Este impulso de servir, altruístico, carregado pela força de trabalhar a Terra deve ser o foco agora de todos nós. Precisamos olhar com atenção para o Planeta, para a Terra devastada, para o Pantanal com seus animais e flora que queimam, para Amazônia pulmão do mundo que arde, para cidade de São Francisco em chamas.

Esta é a hora de olharmos através da lunação, para o início, para a doação e o altruísmo sugerido por este momento no elemento Terra. Iniciar a nossa doação, iniciar a nossa tomada de consciência. Aprender a pôr de lado a nossa necessidade individual e nos colocarmos ao lado dos que mais necessitam. E, no momento, a mais necessitada é a Grande Mãe Terra, que arde em chamas pedindo atenção a seus filhos.

A Mãe que alimenta, amamenta suas crias em total entrega e sempre dadivosa, hoje, sangra através de suas florestas. Seus habitantes de quatro patas, seu povo em pé de raízes, seus filhos mais próximos que, desprotegidos, estão sendo atingidos dolosamente pelas ações das autoridades e desse governo insensível e hipócrita.

Este é o clamor desta Lua Nova em Virgem. Quando estamos de verdade doando? Quando estamos pensando no coletivo? Quando pensamos no Planeta Terra? Quando nos dedicamos ao lado Divino?

Esta Lua Nova faz aspecto desafiador com Netuno, questionando nossos sonhos e utopias, a nossa relação com o Divino. Neste momento em Nosso Planeta, ou quem sabe onde, estamos nos iludindo, sendo enganados e comandados por uma força do mundo Maia que nos levará à extinção como raça. A maior ilusão nesse momento é a passividade, é achar que tudo está tão longe que não nos pertence, ou que podemos apenas vibrar para que tudo mude. Mas é necessário AÇÃO. Esta é grande batalha. Ou perderemos, guerreando entre nós, o que fará com que esta energia malsã, que comanda o mundo material, sobreponha-se. Ou trabalhamos no início para uma Grande União, a fim de vencer este inimigo implacável.

O aspecto desafiador para a parte astrológica que representa o presente e o futuro não é à toa. Olhar para o passado e transformar, se colocando em sintonia com o futuro e com o presente. Ou sucumbir no presente por não transformar o passado. Mas é confortável saber que a lunação tem um grande e harmonioso aspecto com Saturno, Plutão e Júpiter favorecendo o fim dos ciclo , depois de ultrapassar as estruturas arcaicas e atrasadas. Um alento para uma nova expansão. Ou não…

A grande Transformação, a Grande Revolução hoje não passa por questões partidárias, mas sim, pela condição de cidadão.

Que esta lunação nos faça olhar a fim de iniciarmos a Re-Ação.

close
Jorge Seixas
Jorge Seixas
Jorge seixas pratica e vive a Astrologia Esotérica a mais de 25 anos, oriundo dos movimentos sociais e políticos. Vivencia a espiritualidade na linha de Mestre Irineu e Babaji. Morador do Vale do Capão há mais de 15 anos.
- anúncio patrocinado -

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu comentário:
Nome

- anúncio patrocinado -
- anúncio -
Bistrô na Pousada do Capão
Anuncie nas nossas redes sociais
Cozinha Criativa
Restaurante Candeia

Mais da Coluna

Os Nós da Lua e a alma da humanidade

Em um mapa astrológico existem dois pontos que trazem informações sobre nosso destino. São dois lugares do céu, mais exatamente os pontos a onde a órbita da Lua em torno da terra cruza o trajeto aparente do Sol, chamado de eclíptica.

Astrologia e a comunidade do Vale do Capão

Lendo a bonita matéria do irmão Flavio Fucs no Portal do Vale, sobre o encontro no Rufino da escola e a comunidade, tive a ideia de fazer a minha matéria na sequência da dele, na continuidade.

Veja Também

Simba

O cão éo melhor amigo do homem ! Simbao marujode aventuras incontáveis… Parceiro adestradoa plateia o reverenciaextasiada ! Por quem os sinos dobram !Pelo sol que nasce...

Autocuidado

Até recentemente trabalhei no postinho aqui do Vale do Capão. É uma unidade de saúde vinculada ao programa Estratégia Saúde da Família (ESF), do...
- anúncio -
- anúncio -
Morro Branco_banner
Um lugar para estar...
Morro Branco_banner
Um lugar para amar...
Morro Branco_banner
Um lugar para acreditar...

- em destaque -