terça-feira, 30 novembro, 2021
Mais

    A representação de Saturno e a sabedoria dos Antigos da Comunidade do Capão

    “Um momento de paciência pode evitar um grande desastre. Um momento de impaciência pode arruinar toda uma vida” Antigo proverbio chinês

    InícioVozes do ValeA representação de Saturno e a sabedoria dos Antigos da Comunidade do...

    A representação de Saturno e a sabedoria dos Antigos da Comunidade do Capão

    Estamos falando de Saturno, regente de Capricórnio, que é um planeta que tradicionalmente está ligado à ideia do sentido do dever, da disposição para produzir e realizar, da tradição, das limitações, dos medos e do tempo (Irocô no Camdomblé.) Na astrologia védica, Saturno ou Shani (nome em sânscrito) rege os signos de Capricórnio (makara) e Aquário (kumbha).



    Saturno é o último dos planetas sociais, sendo destes o mais distante da terra. Na astrologia, representa o tempo, a experiência, o karma e a velhice. Por isso simboliza personagens como o velho sábio, o eremita, o Senhor do Tempo, o monge e nossos antepassados, sejam avós ou pessoas idosas em geral, aqueles que acumulam experiência de vida. Na astrologia espiritual está relacionado aos conceitos de disciplina, procedimentos metódicos e aprofundamento, o princípio do desenvolvimento da personalidade através das limitações, das tarefas e dos desafios.

    Saturno também é conhecido mitologicamente como “o guardião do limiar, da passagem entre a vida e o Além, passando pela morte, e por isso é o Senhor do Tempo. Ele fala da escassez, das limitações, por isso Senhor do Karma. A sua mensagem é que todos nós estamos aqui em diferentes assuntos trabalhando nas Leis que nos limitam, que precisamos ordenar. Saturno fala de algum lugar do limite, do confinamento, do medo que habitam a estrutura inflexível.

    Uma hora, rígido nos aprisiona, nos amedronta. Em outra hora nos aquece de responsabilidade, de estrutura que nos permite caminhar em nossa rota kármica e evolutiva. Saturno nos mostra como atravessamos as dificuldades, de como enfrentá-las e revela uma das pedras do nosso alicerce da alma. Na Astrologia, sempre referenda os idosos, os “abuelos, os avós”. O homem é Marte e a mulher é Vênus, Saturno o Avô. Nas antigas tradições os velhos tinham um papel de destaque e de ouvidoria, representava a palavra de que muito viu, do conhecimento e daqueles que estão maduros para ensinar e aconselhar.

    Na nossa comunidade Vale do capão, os Saturninos Senhores da comunidade, no sentido de tempo, antiguidade e sabedoria, tem seu papel de Virtude, tem seu valor reconhecido e o respeito. E neste ano vemos alguns se despedindo-se de nós. A sabedoria de saturno, a responsabilidade e a maturidade estão nos trazendo a saudade dos nosso velhos vão nos deixando e seguindo seus caminhos em outras dimensões Sem um Saturno forte, harmonioso e bem colocado num mapa fica mais difícil seguirmos na nossa rota cósmica.



    Esse ano ficamos, enquanto comunidade sem a sabedoria de Dona Betinha, Seu Teninha, Seu Dozinho e do Seu João. Menos saturno para nos indicar, através de seus exemplos e sabedoria, o nosso caminho. Ficamos sem a sabedoria de Saturno deles para seguirmos fortes, frente às questões da comunidade. Novos “abuelos” estão em formação agora e caminham para a substituição natural dos que partiram. Esse caminhar e esse substituir precisa de Tempo, de Saturno. E assim será a rota natural de Saturno, também acontecerá aqui no nosso querido Vale.

    Jorge Seixas
    Jorge seixas pratica e vive a Astrologia Esotérica a mais de 25 anos, oriundo dos movimentos sociais e políticos. Vivencia a espiritualidade na linha de Mestre Irineu e Babaji. Morador do Vale do Capão há mais de 15 anos.
    - anúncio patrocinado -

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Seu comentário:
    Nome

    - anúncio patrocinado -
    - anúncio -

    Mais da Coluna

    Veja Também

    VALE DO ENCANTO: Conhecimento onde a Prática se torna saber

    Adentramos então, o vale de bosques em pequenas dimensões, Capão nos eons do tempo, na era de aquário, de visão clara e conectada à inteligência universal, e portanto, cheias de Inspirações e Confiança, vibrações próprias do vale da cura.

    O novo ciclo dos Sagitarianos

    No dia 22 entrou o sol em Sagitário, que pertence ao elemento fogo. Sagitário é o terceiro signo de fogo, conhecido como o incendiário, representa o fogo que se espalha e expande, e se não for controlado pode provocar uma tragédia.
    - anúncio -
    - anúncio -

    - em destaque -