quinta-feira, 30 junho, 2022

Movidas a PIC: Autocuidar-se para cuidar

A cura emerge no processo de regeneração do planeta Terra como elemento primordial. É a expressão da vida pulsante que cria e anima todo o universo.

InícioVozes do ValeMovidas a PIC: Autocuidar-se para cuidar

Movidas a PIC: Autocuidar-se para cuidar

A matéria, a Energia, o Tempo e o Espaço fazem parte da formação de todo universo, e a isto chamamos física, que no decorrer do tempo tornou-se quântica, ao percebermos matéria e energia aglutinadas, formando os átomos e as moléculas. À interação das mesmas, a formação dos compostos vivos in natura, chamamos de química. Na Terra, os átomos e as moléculas se combinaram e formaram os organismos, a história destes, chamamos biologia,o estudo da vida e seus mistérios criativos.  O organismo humano e planetário, contudo, vivencia agora, intenso processo de transformações radicais, na realidade, um processo de mutação profunda, que terá efeitos na conformação dos seres vivos que habitam o planeta, bem como da matéria que os compõem.

No decorrer das eras, a espécie sábia do gênero humano, foi aos poucos se descobrindo natural e integrado aos elementos da natureza, mas parece óbvio, que no momento presente, como a vida contemporânea está sendo vivida, estamos deixando de ser naturais e destruindo a natureza, perdendo a atenção primária à nossa saúde e a do planeta. Vai ficando cada vez mais clara a possibilidade de enxergar as atuais revoluções humanas como fontes inesgotáveis de destruição, e se trazemos a atenção para o momento presente, acreditamos ser verdadeira a possibilidade de que toda civilização acaba sendo autodestrutiva, e a necessidade é a realidade que vivemos, uma realidade que implora a revolução deste gene.

À consciência convertida na práxis do movimento para vidas, a isto chamamos de cura, um processo de amadurecimento gradual do ser interno, e sua consciência do viver humano no mundo, visando o bem maior daqueles que necessitam de cuidados e acolhimento.

Às terapêuticas essenciais, isto é, às diversas maneiras de cuidar, a ciência da saúde, chamou de Práticas Integrativas Complementares, um resgate aos instrumentais  da medicina tradicional e antroposófica, para ajudar a tornar mais acessível o aconselhamento, diagnóstico e monitoramento da saúde e bem estar do ser. Um convite de retorno às origens profundas da existência, na consciência de si. Movidas retrata o movimento de reconstrução do ser, através de técnicas específicas capazes de manter a saúde mental, emocional e corporal, a natureza da alma, sua imortalidade e valores. Carregadas de conselhos práticos e terapêuticas essenciais, ajudam a autotransformação, com disposições e estados mentais favoráveis à saúde e bem estar. A chave suprema é a compreensão a respeito de si e dos mistérios da vida. Organizadas de acordo com o método de tratamento, possuem visão abrangente do ser humano e dos processos de adoecimento.

As práticas como Aromaterapia, Musicoterapia, Dança, Yoga, Massoterapia, Homeopatia, Meditação, Fitoterapia, Termalismo social, Crenoterapia, dentre outras, estão voltadas para estimular mecanismos naturais de prevenção de doenças e recuperação da saúde, através de procedimentos eficazes e seguros, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo e na integração do ser com o meio ambiente e social. Outros pontos compartilhados por estas práticas possuem a visão ampliada do processo saúde/adoecimento e a promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.

É claro que em uma certa etapa do caminhar do ser, quando a alma desperta, surgirá a necessidade de abertura para o desconhecido, bem como a desconstrução de crenças e memórias rígidas e ou tóxicas adquiridas no decorrer da vida.

Nesta etapa da trajetória, as práticas integrativas aprofundam nossas investigações acerca de nós mesmos e da própria natureza, na certeza de trazer de volta à memória a saúde do corpo, o equilíbrio, a alegria, sobretudo, de recuperar estas qualidades e poderes para nossa vida, sempre no presente. À medida que for aumentando a compreensão a respeito da nossa verdadeira natureza e propósito, a transformação da vida ocorrerá; e a partir daí tornar-se-á possível começar a transformar o mundo. As diretrizes e responsabilidades institucionais passam então, a oferecer serviços e produtos destas práticas naturais.

Movidas a pic, oferece maneiras de cuidar, acolher, instruir e curar, estimulando os mecanismos naturais de prevenção, agravos e recuperação da saúde e bem estar, bem como, contribuindo para inserção social e acesso às práticas integrativas, ajudando a reduzir o consumo de medicamentos, aumentar a autoestima, e promover melhoria na qualidade de vida das pessoas. Aspiramos por amor e saúde, um caminho que nos leve para o fortalecimento dos nossos sistemas naturais e nos devolva a chance de reaprender a cuidar de si e do próximo. A Nova Era é isso, esse  mar de consciências movidas por amor e pics, procedimentos terapêuticos que vem arrebentando as barreiras de velhas crenças e consciência redutora. O fato é que quando sentimos profundamente a energia do amor, experimentamos os seus poderosos efeitos de cura. Estado natural de saúde e bem estar.

O amor é a base da construção universal. É a essência dos seres vivos e do universo. Pedra angular fundamental da natureza, é esta energia atrativa e magnética que mantém os átomos vivos e coesos.

Para tanto é urgente que o nosso fortalecimento imunológico, psíquico e espiritual, esteja integrado aos nossos níveis do viver, onde atualmente, nos impõem necessárias modificações expressivas na forma de vida vigente, maior contato com o amor, com a natureza, novas maneiras de alimentar-se, orgânica e balanceadamente, instruções e procedimentos naturais e essenciais à saúde, que abrangem não somente o bom funcionamento do organismo físico, mas como todo complexo que és. Aprofundar o nível da nossa compreensão acerca de tudo aquilo que já nos foi revelado fazendo-nos reviver a sabedoria antiga já devidamente filtrada, sem mais o volume maciço dos avanços científicos e tecnológicos que criaram na raça humana  perigoso desequilíbrio, é uma questão de lógica e razão.

close

Olá! 👋
Não perca nosso conteúdo!

Inscreva-se para receber quinzenalmente notícias e artigos do Portal Vale do Capão no seu email.

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Maria Az
Maria Az
Maria Az é Artista, Articulista, Terapeuta Holística residente no Vale do Capão, ocupada com a Saúde e Bem estar do ser humano integral, Corpo Mente e Espírito. Formada em Dança na UFBA, inicia sua trajetória de formação, por diversas técnicas artísticas e terapêuticas, corporais e sinestésicas, como yoga, dança, teatro, circo, artes plásticas, massoterapia, aromaterapia, bambuterapia, cristaloterapia, chakcras, cromoterapia, fitoterapia, genoterapia, termalismo social, retiros, todas elas oriundas das medicinas tradicionais, antroposóficas e naturais, dos saberes práticos e transmissões ancestrais, hoje chamadas de Práticas Integrativas Complementares, das quais sou atuante e ativista. Saudações!
- anúncio patrocinado -

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu comentário:
Nome

- anúncio patrocinado -
- anúncio -
Bistrô na Pousada do Capão
Anuncie nas nossas redes sociais
Cozinha Criativa
Restaurante Candeia

Mais da Coluna

Por Dentro do Corpo: Mais Puro e Mais Amplo

Forte como nunca, estará sua união com a Vida Interior, nada mais tendo o que buscar. Ao permanecer neste estado, conhecerás o verdadeiro serviço, o serviço da alma, que não sendo fruto de impulsos pessoais, será mais puro e mais amplo.

Veja Também

- anúncio -
- anúncio -
Morro Branco_banner
Um lugar para estar...
Morro Branco_banner
Um lugar para amar...
Morro Branco_banner
Um lugar para acreditar...

- em destaque -