terça-feira, 20 outubro, 2020
28.1 C
Caeté-Açu
- publicidade -

Flores Comestíveis

Início Vozes do Vale Flores Comestíveis

Flores Comestíveis

FLORES COMESTÍVEIS

Neste vídeo vamos passear no mundo das flores, vou apresentando para vocês 4 flores comestíveis, que além de ser muito gostosas são também medicinais.

A primeira flor que quero apresentar para vocês é a:

CAPUCHINHA

A capuchinha é uma planta medicinal, também conhecida como chagas, mastruço e capuchinho, que pode ser utilizada no tratamento de infecção urinária, escorbuto e doenças na pele.

Seu nome científico é Tropaeolum majus L

As propriedades da capuchinha incluem sua ação antibiótica, expectorante, desinfetante, digestiva, anti-séptica, depurativa, digestiva, estimulante, sedativa, purgativa e diurética.

As partes utilizadas da capuchinha são as suas flores, as folhas, e as sementes muito boa para fazer chás, infusões, sucos ou saladas.

A LAVANDA

A lavanda é uma planta nativa da região do mediterrâneo e seu uso é muito antigo na indústria de perfumaria, medicamentos e alimentos. Esta é a planta mais conhecida e também a mais estudada da Aromaterapia. Entre os nomes populares mais comuns temos a alfazema e lavanda. Na aromaterapia os nomes são Lavandula officinalis, Lavandula angustifólia ou Lavandula vera.

Propriedades terapêuticas: propriedades anti-inflamatória, analgésica, antidepressiva, anti reumática, antiespasmódica, cicatrizante, inseticida e tônico.

Na culinária a lavanda é utilizada na preparação de biscoitos, bolos, tortas, saladas.

COSMO

As flores do cosmo são comestíveis mas sem muito sabor, são ótima para dar cor nos sucos e para decorar os pratos deixando-o bonito. Se secar as flores pode usar no lugar do açafrão como corante natural.

TAGETE ANÃ OU CRAVO DE DEFUNTO

Esta planta é ideal para bordaduras, forrações e atrai muitas abelhas e borboletas no jardim. Além de ser linda, o cravo-de-defunto também pode servir como alimento. Seu gosto é levemente amargo e as pétalas podem ser utilizadas em saladas, sopas, molhos, bolos e pães. Um dos usos culinários é como substituta do açafrão da terra.

Conheça o restaurante vegetariano e vegano Natural Bistrô da chef Sabina Galletto.

- anúncio -
Slider

*O conteúdo dessa postagem é de inteira responsabilidade do autor da mesma

Sabina Galletto
Sabina Galletto
Sou cozinheira do Natural Bistrô, restaurante vegetariano e vegano do Vale do Capão.  A cozinha sempre foi a minha paixão, comecei cozinhar muito jovem junto com minha avó e minha mãe, preparando Ravioli, gnocchi e vários outros pratos. Há 6 anos comecei pesquisar o mundo vegano. Acredito que comer é um ato político, também, por isso acho importante a gente cuidar daquilo que a gente compra e daquilo que a gente come. A comida pelo nosso corpo pode ser medicina, pode nos ajudar a viver saudáveis sem perder o prazer do sabor. "A gente é o que a gente come" Ippocrate falava isso e eu acredito. Acredito que é importante cozinhar só com ingredientes orgânicos, por isso estou cultivando uma horta para poder cozinhar sempre com alimentos frescos e saudáveis.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu comentário:
Nome

Mais da Coluna

Flores Comestíveis

Neste vídeo vamos passear no mundo das flores, vou apresentando para vocês 4 flores comestíveis, que além de ser muito gostosas são também medicinais.

Hortelã – A Erva Aromática da Amizade

No Episódio #5 Sabina nos explica como utilizar o Hortelã (ou menta) na cozinha e conta duas lendas que envolvem a popular erva aromática. Não Perca!

Receita: Biscoito Vegano sem Glúten

Sabina Galleto, chef do restaurante Natural Bistrô, do Vale do Capão, ensina a preparar um delicioso e saudável Biscoito Vegano com farinha de arroz (sem glúten)
- anúncio -
Slider

Veja Também

A luz da Lua reflete nosso Karma

Todos nós temos a Lua em um dos 12 signos do zodíaco. E ao olharmos para ela podemos compreender os nossos resquícios kármicos. O lugar onde estivemos em inúmeras encarnações.

Flores Comestíveis

Neste vídeo vamos passear no mundo das flores, vou apresentando para vocês 4 flores comestíveis, que além de ser muito gostosas são também medicinais.

Abrir ou Não abrir, Eis a questão!

Em agosto de 2020, em reunião com a comunidade do Vale do Capão, o secretário de saúde de Palmeiras anunciava que pretendia realizar a reabertura para visitação na segunda quinzena do mês seguinte, setembro.

Mais do Vale

Coletivo Capão

em Ação pela Comunidade

Danilo Lima

Guia associado à ACV-VC

Salão Prosperidade

Cortes de cabelo e outros serviços de beleza

Adhipati – Loja

Produtos importados da Índia, produtos naturais, incensos e mais

- em destaque -

Florestal Ecoturismo

Ambiente aconchegante e arborizado

EcoClean

Higienização e Sanitização de estofados