quinta-feira, 1 outubro, 2020
29.7 C
Caeté-Açu
- publicidade -
Início Comunidade APEA-CA - Associação de Pais, Educadores e Agricultores de Caeté-Açú

APEA-CA – Associação de Pais, Educadores e Agricultores de Caeté-Açú

Slider

A Associação de Pais, Educadores e Agricultores de Caeté-Açú (APEA-CA) foi criada em junho do ano de 1996, com o nome de Associação de Pais e Mestre do Colégio estadual de 1° Grau de Caeté-Açu, com o objetivo de unir os pais dos estudantes para melhorar o ensino na comunidade. No ano de 2001 a associação percebeu que as demandas da comunidade era para além da escola, se expandindo também aos agricultores assumindo assim o atual nome, construindo mais um objetivo a melhoria da qualidade de vida dos moradores, levando em conta os aspectos culturais, ambientais, sócias e o desenvolvimento do turismo sustentável que surge depois.

Assembléia da APEA-CA no coreto

A Associação é reconhecida a nível municipal e estadual, vem contribuindo em ações dentro da comunidade, sendo espaço de diálogo comunitário e também com o poder público. Nela muitos anciões fizeram e ainda fazem parte do grupo de associados, sendo espaço de preservação da memória cultural local.

Atualmente a associação está envolvida no movimento de permanência do ensino médio na comunidade, apoiando a revitalização do Rufino Rocha, na reconstrução dos sanitários públicos da Vila e na parceria com o governo do estado para a implantação de um sistema de abastecimento de água para a Vila e seu entorno.

Em mais de 25 anos de trabalho a associação conquistou alguns Projetos e Ações para a comunidade, dentre eles podemos destacar os seguintes:

  • Sediou o I Encontro de Ternos de Reis da Chapada Diamantina (2000);
  • Proponente do Projeto Chapada (formação de Coordenadores Pedagógicos da Chapada) com patrocínio da Fundação Abrinq e Natura Cosméticos (2000);
  • Realização de parceria com órgãos públicos para a chegada do correio (2000);
  • Articulação para restauração da igreja católica (2004);
  • Construção de banheiros públicos na vila e na rua dos Campos em parceria com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR (2006);
  • Construção da sede da APEA-CA em parceria com a Natura Cosméticos (2006);
  • Construção da ponte que dá acesso ao bairro do Bomba em parceria com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR (2009);
  • Implantação do Centro Digital para a Cidadania (CDC) em parceria com o Governo da Bahia (2009);
  • Parceria com a Escola Municipal de 1º Grau de Caeté-Açú para utilização do Centro Digital para pesquisas durante o período de aulas (2010);
  • Construção das pontes do Gorgulho e dos Gatos em parceria com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR (2011);
  • Proponente da Capacitação “Turismo Sustentável no Vale do Capão”, patrocinada pela TAM linhas aéreas S/A;
  • Construção do muro do cemitério da Vila em parceria com a comunidade; (2015)
  • Distribuição de mais de 150 caixas da água para os sócios;
  • Implementação do sistema de distribuição de agua em parceria com a Bahia-Produtiva, CERB, prefeitura e Central (2017/2020)
  • Manutenção dos cemitérios;
  • Parceria com a comunidade para construção de um novo projeto de Sanitário público na Vila; (2018/2020)
  • Conquista da Sessão de Uso do espaço denominado RUFINO ROCHA por cinco anos para e revitalização do espaço em parceria com a comunidade; (2019/2020) Publicação no Diário Oficial
  • Aquisição através de doação de um lote de terra no Loteamento Fazenda Lagoa; (2020)

Contato:

[email protected]

Presidente: Sônia Marques da Rocha

Secretária: Danielle Rocha Santos

Tesoureira: Cátia Rocha Neves

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu comentário:
Nome

Movimento ÉduCapão

Mobilização coletiva pela reforma e construção do prédio Rufino Rocha

Associação Sociocultural e Ambiental Colmeia

Associação sem fins lucrativos criada com o objetivo de realizar ações e projetos nas áreas de Cultura, Educação, Meio Ambiente e Cidadania

Associação Flor Nativa

Associação de Apicultura do Vale do Capão

APEA-CA – Associação de Pais, Educadores e Agricultores de Caeté-Açú

A Associação de Pais, Educadores e Agricultores de Caeté-Açú (APEA-CA) foi criada em junho do ano de 1996 com o objetivo de unir os pais dos estudantes para melhorar o ensino na comunidade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O Portador da Serpente e o Incognoscível

A 13ª constelação de Serpentário, Ofhiucus ou Esclépio não foi absorvida pela Astrologia, porque mudaria a divisão dos signos. Uma constelação que está um pouco atrás no caminho do zodíaco parece sinalizar para a possibilidade de compreensão daquilo que está oculto.

Saiba quem são os candidatos a Prefeitura e Câmara de Vereadores de Palmeiras nas eleições 2020

Candidatos oficializam perante o Tribunal Superior Eleitoral os registros de candidatura para a Prefeitura de Palmeiras e Câmara de Vereadores. São quatro concorrentes a uma vaga na prefeitura e 39 postulantes a vereador.

Associações e coletivos do Vale do Capão se mobilizam para diálogo junto a Prefeitura de Palmeiras por uma reabertura ao turismo com protocolos adequados

Na tentativa de implementar uma reabertura gradual, consciente e construída em conjunto à população, representantes de associações e coletivos do Vale do Capão dialogam junto a Prefeitura de Palmeiras em busca de uma retomada do turismo com protocolos de segurança adequados, conforme as necessidades e particularidades locais.

Esse ano não vai ter Cariru!

Mês de setembro sempre foi aguardado aqui no Vale do Capão, aliás, acho que em toda Bahia. Setembro é mês de Cosme Damião ou dos Ibejis, e como manda a tradição, Carurus são ofertados aos familiares, amigos e vizinhos.

Você conhece o Coletivo Capão?

O Coletivo Capão surgiu no final de 2018 de uma necessidade de rever os hábitos da comunidade quanto ao cuidado no descarte do lixo produzido pela própria comunidade e visitantes, no Vale do Capão. Uma das ações mais relevantes foi direcionada à educação, conscientizando a população sobre a importância de cuidar dos resíduos sólidos que cada um produz.

Moradores do Vale do Capão manifestam repúdio a Prefeitura de Palmeiras

Moradores do Vale do Capão durante reunião aberta convocada pelo Conselho de Gestão do Capão (CGC), neste sábado (19), manifestaram repúdio a decisão da Prefeitura de Palmeiras de substituir a barreira restritiva por uma barreira sanitária, ressaltando a indiferença e desrespeito do prefeito Ricardo Guimarães (PSD) com o Vale do Capão.

Faça parte do Portal

Dê mais visibilidade à sua iniciativa, seu projeto ou coletivo publicando no Portal. É grátis! E será uma honra tê-los conosco 🙂